lenda de yewá

ewa
ewa

EWA
Também conhecida como Ìyá Wa. Assim como Iemanjá e Oxum, também é uma divindade feminina das águas e, às vezes, associada à fecundidade. É reverenciada como a dona do mundo e dona dos horizontes.

Em algumas lendas aparece como a esposa de Oxumaré e pertencendo a ela a faixa branca do arco-íris, em outras como esposa de Obaluaiê ou Omulu. Seu dia é o sábado, sua cor o vermelho escuro (cristal). Sua saudação é HIHÓ (RIRRÓ)!


EWÁ — Orixá dos horizontes e fontes!

Conta-se uma lenda, que Ewá era esposa de Omulu, e era estéril, não podendo conceder um filho ao seu grande amado, sofrendo muito por isso.

Em uma bela tarde, a dona dos horizontes, estava-se a deleitar as margens de um rio, juntamente com suas serviçais que lavavam vários alás (panos brancos). De repente, surge de dentro da floresta a figura de uma pessoa, que corria muito e muito assustado.

- Como ousas interromper o deleite da mulher de Omulu, quem é você ? indagou Ewá, sobre a irreverência do rapaz.

- Ewa ! não era minha intenção interromper tão sagrado ato, oh! esposa de Obaluaiê! Porém Ikú (a morte), persegue-me a vários dias e preciso escapar dela, pois tenho ainda um grande destino a seguir. Peço sua ajuda Ewá, pe






Lenda de Ewá
Um dos mitos diz que Ewá estava se banhando no rio enquanto suas mucamas lavava suas roupas, quando subitamente um jovem vestido de branco vinha correndo pelas margens do rio apavorado, pedido socorro à Ewá.
Ewá muito desconfiada, perguntou lhe o que estava acontecendo, ele lhe respondeu que estava sendo perseguido por Iku (a morte).
Ewá vendo que o rapaz estava sendo sincero em seu pedido ordenou a suas mucamas que o esconde-se em baixo de suas roupas que estava a lavar, logo após em sua perseguição vinha Iku perguntando à Ewá se a mesma havia visto um jovem passar por ali.
Ewá respondeu lhe então:
- você não vê que estou a me banhar, respeite o banho da esposa do rei Omolu, e
respeite as fronteiras do meu reinado;
Iku respondeu à Ewá:
- Iku não tem fronteiras, Iku se quiser mata reis e rainhas e destroí reinados. E Iku
perguntou novamente onde estava o jovem e Ewá percebendo que Iku estava desconfiado ela lhe respondeu:
- ele desceu o rio, Iku então continuou á sua perseguição descendo o rio abaixo.
Em seguida o rapaz saiu debaixo dos panos agradecendo á Ewá, ela então lhe perguntou o seu nome e ele respondeu eu me chamo Ifá o deus da adivinhação.
Ifá disse á Ewá de hoje em diante você será a mãe da adivinhação.
Então Ewá iria lhe fazer uma pergunta e Ifá lhe respondeu:
- Ewá não diga nada, pois eu sei o que você quer, você deseja Ter a fertilidade, ela respondeu:
- sim, e ele disse não se preocupe Ewá você será fértil, então Ifá partiu.
Com ao passar do tempo Ewá conseguirá dar a luz á seu filho e de Omolu.
O arquétipo de Ewá são o das mulheres belas, tranqüilas e adaptáveis, mulheres cheias de iniciativa, sensíveis e poéticas. Enfim os filhos de Ewá adoram ler, mas em relação ao amor só se entregam em absoluto quando estão loucamente apaixonados.
Ewá representa o horizonte.